Ando devagar…

Não houve tardes perdidas na escola
Não houve cadernos muito utilizados
Houve, contudo, domingos bem aproveitados
Churrasco e família misturados
Brincadeiras e amigos, agora apenas lembrados

Houve sertenejo, forró
Músicas nordestinas junto ao colo da vó
Causos e acasos ao lado do fogão de lenha
Houve também, o despertar
O levantar-se da cama num horário jamais estabelecido
Nunca compreendido
Apenas respeitado.

Havia chuva, tardes indeléveis
Cobertores e televisão funcionando como remédio
Para o pior tédio
Comida, bebida, pipoca
Saudades, memórias, um pouco de Coca.

Havia sorrisos, havia brincadeiras
Desejo de crescer, não ser assim a vida inteira
E, vejam só a ironia
Agora tudo o que queremos é ser
A criança que fomos um dia.

Anúncios
Etiquetado

Um pensamento sobre “Ando devagar…

  1. Maria Raquel disse:

    Ahh que lindo D *——————*

    Ficou meio Carlos Drummond (adoro).

    Sério, lindo demais 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: