Está Acabado

Está acabado.

Uma sentença.

Variáveis infinitas.

Da tarefa ao matrimônio, tudo se reduz ao pó. Seja este mágico ou desencantador, seu gosto fica na boca, preso em lábios de onde um sorriso não escapará.

Ele riu.

Ele riu de mim, de meu passado, do tempo em que casas pequenas amontoavam-se, ruas pedregosas eram minha diversão, chinelos minha marca registrada e letras de forma a minha expressão.

Está acabado.

Frio como a noite lá fora, ele disse.

As vacas mugem, risos soberbos.

Não busco decepção, ela flui livremente pelos ductos literários escondidos em mim.

A vida é o fundo incolor, ações são as tintas com as quais rebuscamos nossos paineis luminosos, findáveis.

Está acabado.

Há o engolir de lágrimas, a ausência cotidiana de passos, aproximação natalina.

O nosso casamento está acabado.

Há muito tempo.

Vacas continuam mugindo.

E meu coração drummondiano se espreme, insolúvel e presente.

 

Anúncios
Etiquetado

Um pensamento sobre “Está Acabado

  1. Clara disse:

    tem selinho pra vocÊ lá no blog 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: