Eu vi: Minhas Mães e Meu Pai (The Kids Are Alright)

Perceberam que quero assistir todos os filmes indicados ao Oscar de melhor filme? HUHAUAHUAH. Com The Kids Are Alright não seria diferente. Estava louco para vê-lo.

O filme conta a história das mães Nic (Annette Bening) e Jules (Julianne Moore), que vivem juntas há mais de 18 anos. Elas tem uma filha, Joni (Mia Wasikowska) e um filho, Laser (Josh Hutcherson), concebidos graça ao advento da medicina moderna, que possibilitou a inseminação artificial.

A história se baseia na premissa dos filhos quererem descobrir quem é o pai de ambos (já que o doador de sêmen foi o mesmo em ambos os casos), ainda que Laser esteja mais desesperado para saber quem, de fato, é seu pai. Joni consegue contatá-lo, e descobrem a identidade do homem em questão: Paul, interpretado pelo sempre morno Mark Ruffalo.

Nic vê sua família entrar em colapso, ainda que esse colapso seja dezenas de vezes aumentado em sua cabeça perfeccionista e controladora. Jules começa um caso extra-conjugal com Paul, o que, basicamente, é o brilhante clímax da história, junto com a partida de Joni para a universidade.

O filme é lindo, complexo e sutil. Tem um ar controlado de Pequena Miss Sunshine, com aquela sensação de loucura contida que acaba extravasando no final. A direção de Sophia Coppola, como já citou a revista Veja, faz o filme não adquirir aquele quê de clichê.

E fora as cenas divertidíssimas, como quando Jules e Nic começam uma conversa com Laser, achando que ele é gay.

Recomendo, sem dúvidas. Um filme que faz você olhar para a sala de casa e perceber como cada família é disfuncional em si mesma. Olhem o trailer!

Outra coisa, antes que esqueça de comentar: já repararam como o Mark Ruffalo quase sempre interpreta a si mesmo? Desde De Repente 30 até agora, com Minhas Mães e Meu Pai, ele sempre interpreta aquele cara fora de ordem, anti-clichê. Contudo, agora ele começou a revelar um lado que me surpreendeu. Ao saber que seu caso com Jules foi descoberto, Paul inicia uma fagulha de brilhantismo cômico e emotivo que tinha tudo para se desenvolver, mas foi cortada pelo final rápido do filme.

Gostei bastante do filme! E vocês, o que acharam?

Beeeijos, pessoal!

Anúncios
Etiquetado ,

Um pensamento sobre “Eu vi: Minhas Mães e Meu Pai (The Kids Are Alright)

  1. larissasiriani disse:

    quero ver esse filme só por causa do Mark Ruffalo. e pq ta na lista de indicações ao Oscar, e eu to fazendo maratona IAUHAiuha. tem cara de ser um filme leve e bem engraçadinho, mas nada de extraordinário. logo saberei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: