Arquivo mensal: setembro 2010

Terça-Feira: Dia de Marina!

Que felicidade gigantesca consome todos nós, Marineiros! Marina subiu mais uma vez na pesquisa DataFolha, passando de 14 para 16%!

E, não, Dilma já não tem mais a vitória em primeiro turno assegurada…

Mas vamos ao que importa! Marina vem ganhando apoio de celebridades por todo o país e algumas até do exterior, como o diretor James Cameron, idealizador do épico Avatar.

Gisele Bündchen, Caetano Veloso, Djavan, e agora até Wagner Moura já se uniram nessa corrente fortíssima para eleger Marina presidente! Veja o depoimento do ator, famoso pelo papel de Capitão Nascimento no reconhecidíssimo Tropa de Elite:

O Brasil inteiro reconhece a capacidade de Marina para governar. Nosso país está cansado de um governo que tem como base a corrupção e trata a imprensa com ódio mortal.

Marina Silva presidente, para um Brasil mais livre e pra frente.

Anúncios
Etiquetado

Reta Final: Domingo da Marina

É agora ou agora! Foi dada a largada! Estamos a uma semana de elegermos Marina Silva presidente!

É com grande felicidade que abrimos oficialmente o último Domingo da Marina!

Durante todo esse tempo aprendemos mais sobre as propostas de nossa candidata, o quanto ela pode oferecer por essa nação linda que é o Brasil! Agora é com todos nós, no dia 03 de outubro, apertarmos o botão 43 e apertar a tecla que tem a cor da Marina: o verde de Confirma!

Agora é felicidade. Sabemos que estamos dando um passo gigante na construção do país que queremos ser. Já somos muito, mas podemos ser ainda mais! Todos cantando: Eu sou Marineiro! ♫

Clique para ouvir o Jingle da Marina!

Marina deu um verdadeiro show no debate deste domingo da Rede Record. Falou de suas propostas com clarezas, retirou muitas das dúvidas que o Brasil tinha e finalmente mostrou o que o número 43 significa!

E que tal o crescimento da Marina nas pesquisas por todo o país? O DataFolha confirma!

Vamos lá, só falta você pelo Brasil que queremos!

E está oficialmente aberta a Semana da Marina! Ao longo desta última semana falaremos sobre tudo o que você, eleitor, jovem ou idoso, quer saber sobre esta candidata que tem a cara do nosso país!

Blog do Doug e Você, juntos pelo Brasil que queremos!

Etiquetado ,

Mudança e Caixa Frágil

Nosso corpo é como nossa casa. Nosso coração é sua caixa mais frágil. E o amor é uma mudança, um encontro de dois lares singulares entre si.

Por muito tempo, vocês sabem, eu fiquei sem me mudar.

Mas agora, minha casa mudou de endereço. Troquei minha cama fria por seus braços quentes, mudei meu travesseiro de tijolos por seus lábios macios como nuvens, larguei minha coberta de lágrimas pelo brilho de seus olhos.

Eu achei o endereço da felicidade. E me mudei permanentemente pra lá.

Uma ressalva: quando você muda de casa, o seu endereço antigo parece tão antiquado e cinzento. Você para de olhar as estrelas, decepcionado porque nenhuma delas é tão brilhante quanto o sorriso dela. Você cansa de tocar seda, pois ela nunca será tão macia quanto as mãos que te abraçam nas noites frias. Você se revolta ao perceber que nenhuma flor é tão cheirosa quanto os cabelos dela, molhados após o banho.

Contudo, nesta nova casa você encontra um conjunto completo: um quarto de carinho, uma sala repleta de amor, uma cozinha cheia daquele aroma gostoso que o vento traz quando ela está chegando. Você se sente uma propriedade. Uma propriedade que tem apenas uma porta. E ela, apenas ela, tem a chave.

Você é o gordinho dela. Ela é a sua menina. O sol não brilha quanto estão separados, as cores somem quando seus lábios não encontram os dela. Sua ausência é como o silêncio provocado pela falta de música. Forçado, triste.

Dias sem lhe ver, são dias sem viver.

Mas nada é melhor do que ver aqueles olhos amendoados encontrarem os seus e ela dizer: “Oi, querido. Estou aqui, meu amor.”

E os seus medos e tristezas caem por terra.

Não, não estou apaixonado. Estou amando. Amar não é pensar nela o tempo todo, mas sim viver sabendo que você tem uma razão. Amar é fazer do passageiro algo significante, fazer do efêmero a coisa mais importante do mundo. A vida é curta, mas o amor faz com que esses poucos anos sejam preenchidos com uma razão que nem milênios poderiam trazer.

Eu amo você, minha menina.

Etiquetado

Aconteceu (?)

 

Foi tudo tão magicamente rápido! Um bilhetinho na biblioteca, uma amizade de meses, um bombom e bochechas vermelhas.

Risinhos, pedidos de silêncio da bibliotecária, e então tudo foi surreal.

Foi em uma esquina. Uma esquina como outra qualquer, mas uma esquina que será a esquina para mim, a partir de agora. Foi ao lado de um poste, que será o poste de agora em diante. Foi com a menina especial, que agora é a mais incrivelmente especial.

21 de setembro de 2010. 22:32. Como lembro? Não sei. Tudo apenas ficou gravado. O nome dela? Deixemos que ela revele (:

Foi debaixo do poste, naquela esquina logo ao lado do meu colégio. Foi numa noite fresca, em braços mornos e em lábios macios. Suas mãos escorregaram pelo meu corpo, seus lábios tocaram os meus, seus olhos desapareceram na dimensão do meu amor. Não havia um turbilhão de pensamentos, não havia uma música ao fundo. Havia o mais divino dos silêncios. Aquele silêncio que só acontece quando você chega nesse mundo e sai daqui.

O silêncio dos anjos.

Por um minuto, fui a pessoa mais importante da face da Terra para alguém e ela foi para mim. Céus, aconteceu. E nesses 17 anos, cada dia valeu a pena. Foi mais do que o esperado, foi mais do que sequer imaginado.

Foi tudo o que eu sempre quis mas jamais tive a coragem de imaginar.

Meu primeiro beijo aconteceu. E, céus, eu queria que ele jamais acabasse!

A pressão dos amigos agora é distante, os gritinhos zombeteiros. Tudo isso desapareceu quando os meus lábios tocaram os dela.

Dezessete anos. Esperei, esperei, esperei. E então, de repente… aconteceu?!

Etiquetado

Super Domingo da Marina

Andei sumido por razões que conto num futuro post. Tantas coisas para resolver! Agora, vamos ao que interessa: nosso Domingo da Marina!

Como eu andei sumido, hoje haverá um post duplo. Falaremos, obviamente, sobre os muitos benefícios que a nossa querida Marina Silva pode trazer ao país, bem como aos tristes escândalos que têm assolado nossa democracia.

Parte I: Marina e as Pesquisas

Muitas das pesquisas que são divulgadas por grandes mídias apontam a vitória de Dilma logo em um primeiro turno. Mas isso não é verdade. IBOPE, Datafolha e muitas outras instituições – confiáveis, por sinal – não devem ser tidas como verdade absoluta. Eis o porquê:

Em enquete promovida pelo site Vote Brasil*, dos quase 350 mil votos computados, quase 250 mil eram de nossa candidata, Marina Silva, que despontou com quase 80% das intenções de voto. É para se pensar.

Ah, antes que me esqueça: a Dilma ficou em terceiro lugar, com 5,1% das intenções de voto, ainda que tenha ficado abaixo dos Brancos/Nulos.

Sejamos como diz o cartaz acima: Mais um pelo Brasil que queremos! 

Não nos deixemos levar por pesquisas. Sejamos cidadãos e eleitores conscientes. Marina é a candidata de qualquer um que considere um bom currículo, perfil de liderança e honestidade. Num cenário tão triste que é o Senado e a Câmara de Deputados, abramos nossos olhos e, em outubro, escolhamos a única capaz de mudar tudo isso: Marina Silva, 43!

Lembre-se: Se todos que falam que não votam na Marina por causa de pesquisas votassem nela, ela seria eleita!

E agora, caminhando para a segunda parte, que tal vermos um vídeo de sua campanha que tem tudo a ver com a próxima parte?

Parte II – Corrupção

Não irei atacar candidato algum. Apenas irei falar dessa ditatura democrática que o Brasil mostra. Um presidente que critica veículos de comunicação, acusando-os de estar filiados à partidos políticos, como se fossem culpados de sua inocência. Não, não admito isso.

Quebra de sigilo fiscal e corrupção na Casa Civil, dois escândalos em menos de dois meses. Nosso país aguenta? Ou, pior: Nosso país está preparado para manter essa linha de poder, onde um presidente tenta virar o jogo contra seu opositor, como se este fosse culpado?

Não odeio o PT. Não odeio a Dilma. Apenas odeio este espírito de vira-lata que se abate sobre todo esse país com cara e corpo de guerreiro. A nossa população ver o que quer ver, ouve o que quer ouvir.

ACORDA, BRASIL!

Temos o poder de mudar tudo isso. E é no próximo mês. Aperte cada uma das teclas sabendo que cada pressionar é um passo dado na direção do futuro!

Um beijo, pessoal. Obrigado pela atenção e desculpas pela demora!

Etiquetado

11 de setembro de 2001

 

Neste sábado, se completaram nove anos da tragédia que marcou a minha infância. Parecia que foi ontem, eu, sentado no chão da casa da minha vó, em frente à TV, vendo aquelas duas torres desabarem e o mundo entrar na maior crise de tristeza que meus olhos ingênuos já haviam visto.

Parece que foi ontem que aqueles dois aviões se chocaram contra aqueles dois prédios absolutamente desconhecidos para mim, ingênuo e ignorante em minha felicidade. E só hoje entendo o quanto aquilo foi significativo.

Honestamente, não acredito que foram extremistas muçulmanos e tudo mais, mas isso não vem ao caso agora. O que vem ao caso são as imagens dos palestinos e afegãos comemorando a queda das torres. Uma imagem que jamais saiu da minha cabeça, desde que a vi no Jornal Nacional daquela terça-feira triste, no 11 de setembro de 2001.

Eles… comemoraram. Comemoraram! Como se comemora a morte de centenas, lágrimas de milhares e a tristeza de milhões? A raça humana me surpreende, por sua ignorância, seja na forma de fé violenta ou de atos impensados.

O Blog do Doug dorme um pouco triste hoje à noite.

Escrevo

Escrevo porque sofro. Escrevo porque meu coração se corrói em chamas que o desespero atiça. Escrevo porque minh’alma é lambida por demônios que se embriagam com meu sonho.
Escrevo porque perdi as esperanças. Escrevo porque não sonho mais com homens. Escrevo porque já desisti de tudo e de todos. Então, escrevo.
A vida não basta e ele já sabia disto. A ficção complementa as fatias que o mundo tirou de mim. A poesia me dá de volta o oxigênio roubado pela desilusão. Os romances me devolvem o sangue que minhas lágrimas levaram consigo.
Escrevo porque é onde posso ter controle. É onde tudo faz jus às minhas leis, aos meus comandos, aos meus sorrisos, aos meus protestos, ao meu ódio, ao meu amor. Escrevo porque sou fraco e mortal. Escrevo porque não sei o que será do dia de amanhã.
Não sou Dostoiévski, Drummond, Andrade, Rowling, Hemingway. Sou Douglas Maranhão Marques. Fraco, corruptível, existencialista, comum. Contudo, sou forte, ético, surrealista, fora de ordem. O caos é meu cronograma. A infelicidade é a folha onde ele foi inscrito.
Lembranças, depressão. Escrevo porque fujo de tudo o que diz meu coração. Escrevo pela criança, inocente. Pelo velho, carente. Pela mulher, espancada. Só não escrevo, de jeito nenhum, pelo homem adúltero, pela mão que fere, pela arma que atira e pela verdade que não procede. Sou sustentado por cordas que o deus das marionetes me impôs.
Sou fraco, comum, lento e gradual.

Vivo minha vida esperando nada além do mal.

Porque a vida não basta. E os livros são a vazão de um sentimento que não me pertence.

Etiquetado

Domingo da Marina!

Domingo passado não teve Domingo da Marina por razões já explicadas, então, esse vai ser um Domingão da Marina!

Hoje vamos falar de algumas propostas da nossa candidata querida, além de ressaltar alguns pontos que vão fazer você ver o quanto Marina Silva é séria e coerente!

Vejamos esse vídeo, do Horário Eleitoral:

Viram como ela sabe o que fala? Agora, vejam só o que o site MinhaMarina (que está ali na barra lateral, na guia Marina & Você) colocou no ar: 43 razões para votar na Marina!

Vou ressaltar algumas que merecem mesmo serem lidas, mesmo que todas sejam ótimas:

1) Conhece a Pobreza
Marina é Silva. Como a maioria das gentes no Brasil, nasceu pobre. Com força de vontade, com escola e com a ajuda de pessoas boas, superou tudo.

3) Valoriza a Educação
Alfabetizada aos 16 anos, tornou-se professora, vereadora, deputada estadual, senadora e ministra. Sabe da importância da educação. Seu projeto transformará o Brasil num país do conhecimento.

6) É Verde
Marina Silva alia visão da qualidade de vida com a necessidade da preservação ambiental. É uma das 50 personalidades que podem salvar o planeta, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

10) É uma Sucessora
Marina Silva integra os avanços dos governos FHC e Lula. É o passo adiante para superar as deficiências que persistem no país. Não é uma opositora, que rejeita tudo, nem uma continuadora, que vê tudo positivo. É uma sucessora.

Viram? Se quiserem ver as outras 43 razões, clique no link a seguir: http://www.minhamarina.org.br/razoes/index.php

E hoje, ainda no site do MinhaMarina, vi um vídeo superlegal que explica como funciona uma eleição em dois turnos. Muitos brasileiros não sabem, acreditam?

E outra coisa que várias pessoas me falam quando estou apresentando propostas da Marina para elas é que Marina é contra muitas questões como o aborto, casamento homossexual, etc. Então agora, vou dizer exatamente o que Marina pensa.

Marina, de fato, por convicção, é contra o aborto, casamento homossexual. Contudo, ela não vê como isso pode afetar um país inteiro, já que o Brasil é composto não apenas por ela, mas sim por mais de 190 milhões de brasileiros que trabalham, estudam e têm opiniões diferentes. Marina, portanto, é a favor do plebiscito. Isso mesmo, leitor. Você escolhe. Sim ou não ao aborto. Sim ou não ao casamento homossexual.

Existe melhor mostra de democracia?

Você já sabe em quem votar. Marina Silva, 43!


Etiquetado ,

Lembranças – Remember Me

Hoje, domingo de madrugada, vou falar do filme mais emocionante que vi em toda a minha vida: Remember Me (Lembranças).

Meu coração dói. Céus, ele está apertado. Foi o choro mais triste que eu já tive. Parece que todo o meu peito está espremido em um cantinho minúsculo, intocável.

Quando o filme chegou ao fim, eu não simplesmente chorava de colocar os dedos nos olhos e enxugar as lágrimas. Eu segurava o edredom e soluçava, querendo gritar. Eu tinha espasmos, minhas costas se contraíam e eu parecia prestes a explodir, tamanha a agonia e tristeza.

Por dentro, um pedaço de mim se foi junto com o filme.

Resumo básico da história: Tyler (Robert Pattinson) é um filho “rebelde”, cujo irmão se matou quando tinha 22 anos. O filme narra a história dele, seu amigo, sua namorada e sua amável e perfeita irmã Caroline Hawkins (Ruby Jerins), que, na minha humilde opinião, é a melhor coisa de todo o filme.

Nunca havia dado muita atenção para o Robert Pattinson, por causa desse frísson em torno de Twilight. Só havia visto ele em Harry Potter e o Cálice de Fogo e tinha bastado. Mas, céus, ele está simplesmente perfeito em Remember Me! Olhe o trailer abaixo:

Um filme lindo, lindo, lindo, que coloca similares simplesmente no chinelo. Por similares, entenda: P.S. Eu te amo; Um Amor para Recordar e Diários de Uma Paixão. O filme pode se equiparar, de fato, à Noites de Tormenta, que também me fez chorar muito.

Os papeis que couberam a Robert, Ruby e Emilie De Ravin (Ally) foram simplesmente fantásticos. Eu sei, não sou nenhum crítico especializado, mas, Deus do Céu, que filme m-a-r-a-v-i-l-h-o-s-o!

Meu peito ainda dói. Provavelmente vou ficar triste o domingo inteiro, mas sei que valeu a pena. É o filme para ser visto no mínim0 três vezes.

Para terminar, a imagem mais linda de todo o filme:

Um beijo de um todo emotivo Doug.

Etiquetado ,